Seja Bem-Vindo!

EMPRESA ENCONTRA TRATAMENTO DE SUCESSO PARA CORONA VÍRUS



A bolsa brasileira sobe no pregão desta quarta-feira, 29, com a melhora do humor nos mercado mundiais, após a farmacêutica americana Gilead afirmar que seu medicamento redemsivir atingiu seu “objetivo primário” em teste contra o coronavírus covid-19, ou seja, cura de pacientes contra o vírus.


O remédio foi criado originalmente para curar pacientes com ebola. 

Às 14h36, o Ibovespa, principal índice de ações, avançava 1,99% e marcava 82.965,07 pontos.

Apesar da notícia positiva, a decepção com produto interno bruto (PIB) americano do primeiro trimestre pesa negativamente. Embora o mercado já esperasse uma recessão de 4% no período, a realidade foi ainda mais perversa, apontando para uma contração de 4,8%.

“O PIB foi muito ruim. Se não fosse pelo medicamento, o mercado iria piorar bem”, afirmou Bruno Lima, analista de renda variável da Exame Research. Segundo ele, a retração do segundo trimestre deve ser ainda mais intensa. “Será bizarramente pior”, disse.

Os investidores também aguardam a decisão do Federal Reserve (Fed) sobre a política monetária dos Estados Unidos. Mesmo com a alta relevância, o mercado deve dar pouca atenção ao evento. “O Fed fez várias reuniões extraordinárias, se fosse para fazer alguma coisa, não teria esperado até hoje”, disse Álvaro Villa, economista da Messem Investimentos. perspectiva, quase unânime, do mercado é a de que será mantida o atual intervalo da taxa básica de juros, que está entre 0% e 0,25%.