Seja Bem-Vindo!

CÂMARA VOTA HOJE O FIM DOS SUPER SALÁRIOS DE JUÍZES


Desde que ficou decidido que a Câmara votará hoje à tarde o requerimento de urgência do projeto que acaba com os supersalários no funcionalismo, o telefone de lideranças partidárias não para.
Os medalhões do serviço público, principalmente do Judiciário, estão fazendo de tudo para que a proposta não passe.

O pesado lobby dos sindicatos, antes feito nos gabinetes ou mesmo no plenário, agora, em razão da pandemia do novo coronavírus, ocorre pelo celular.

A pandemia do novo coronavírus deu uma mãozinha ao projeto que tenta acabar com os supersalários no serviço público e que tramita desde 2016.

Em sessão virtual na tarde de hoje, a Câmara deve votar, enfim, um requerimento de urgência à proposta. A intenção é analisar o mérito na próxima quarta-feira.

“O que estamos querendo aqui é acabar com os chamados supersalários, com os penduricalhos, com absurdos que fazem, por exemplo, um juiz chegar a receber durante um mês mais de um milhão de reais. Casos como esse, para exemplificar, não faltam. Aconteceram no meu Paraná, em Pernambuco, em Minas Gerais, no Mato Grosso, no Rio de Janeiro e em diversos outros estados”, disse o relator da proposta, deputado Rubens Bueno (Cidadania).

A estimativa é de que haja uma economia anual de R$ 2,3 bilhões, a partir do corte no auxílio-moradia e em honorários, por exemplo.

Por Oantagonista